Relato de viagem: Viajando para a Espanha

Sabe aquela paixão de infância? Pois eu sempre tive pela Espanha. Não sei porque, mas acho que sou uma espanhola que nasceu no país errado. Tudo o que se refere a esse país maravilhoso me atrai e me fascina.

Um dia, do nada, no meio do trabalho, comecei a fuçar os sites das universidades de Salamanca, no centro do país, a duas horas de Madrid. Entrei no site da Universidad de Salamanca e procurei pelos preços dos cursos de intercâmbio para cursos de espanhol. O USal oferecia, na época (2005-2006), as opções de curso quinzenal, mensal, seis semanas. Os preços, em euro, eram bastante convidativos (mesmo com o valor do euro a quase R$3,00) e fui atrás de descobrir sobre hospedagem. Fiquei muito feliz quando vi que a USal também dispunha de hospedagem para os alunos de duas formas: residência universitária e casa de família.

Como eu queria ficar o mais independente possível, me interessei logo pela residência universitária. Outra boa surpresa foi ver que havia também um pacote de alimentação que incluía café da manhã, almoço, jantar e até os lanches caso fizéssemos viagens de excursão pela universidade.

CURSO

3 horas

4 horas

5 horas

Conversação fora da aula

2 semanas

515 €

645 €

725 €

170 €

4 semanas

725 €

870 €

970 €

280 €

6 semanas

940 €

1.100 €

1.200 €

415 €

* Valores de 2011

Alojamento em família (por pessoa e por dia):

Quarto duplo: 19,50 €

Quarto: 21,50 €

Alojamento na residência universitária:

QUARTO

2 semanas

4 semanas

6 semanas

DUPLO

395 €

576 €

695 €

INDIVIDUAL

420 €

630 €

795 €

De repente, o que era apenas uma pesquisa para matar o tempo no trabalho já virou uma planilha com planejamento financeiro para essa viagem. Fui acrescentando à planilha, fora o curso, a hospedagem e a alimentação, preços de passagem, grana para ficar lá durante um mês (sempre se calcula uma média de 70 por dia), grana para as excursões, custo do passaporte (que eu ainda não tinha) etc etc etc. Ao final da manhã, já havia me resolvido a ir passar minhas férias do trabalho na Espanha. (Detalhe: essa pesquisa toda aconteceu em dezembro/05 e minhas férias seriam apenas em agosto/06).

Terminadas todas as buscas, enviei um e-mail para a Universidade para me inteirar de como poderia ser feito o pagamento de todas as taxas. Recebi retorno da Universidade no dia seguinte me informando que (de acordo com as regras da época), tudo deveria ser pago antes do curso começar, à exceção das excursões, que poderiam ser escolhidas e pagas assim que eu chegasse à Salamanca.

Após esse retorno, tratei de ir buscar o apoio familiar. Como ninguém de casa havia viajado para fora do país, sabia que seria uma tarefa nada fácil convencer meus pais a me deixarem ir completamente sozinha para a Europa por um mês. Assim, fui pelas beiradas e falei com minha irmã mais velha, que além de me apoiar, ainda me deu as passagens aéreas. Depois desse incentivo, chegou a vez dos meus pais, que também me apoiaram, apenas me orientando para que eu deixasse tudo muito bem documentado e resolvido antes de viajar.

Contar para o namorado de quase dois anos não foi fácil. Nosso namoro estava ótimo, éramos superapaixonados, mas o meu amor pela Espanha falou  mais alto. No final de semana, depois de tudo quase acertado na minha cabeça, sentei com ele e falei dos meus planos. Disse que seria apenas um mês, que passaria logo, que ele quase não sentiria minha falta pois ele estaria em período letivo na faculdade e os dias deles seriam preenchidos. Além do mais, poderíamos nos falar pelo MSN (na época o Facebook quase não existia no Brasil e o Orkut era aquela negação). Skype e MSN seriam a nossa solução. Assim, apesar da tristeza no olhar, ele concordou e me apoiou inteiramente (inclusive quando disse que, por conta da viagem, teríamos que passar o 6 meses seguintes sem sair de casa para nada, pois eu precisava juntar todo o dinheiro para a Espanha).

Tudo certo então. Oks dados, passagens ganhas, faltava o passaporte para que eu pudesse fazer o pagamento do curso (é necessário o nº do passaporte para algumas transações internacionais). Ganhando inicialmente R$ 750,00 e depois (por ajuda da minha ex-chefe) R$ 900,00 (a partir de janeiro/06), fiquei bons meses sem comprar nem uma bala pipper. Como também já tinha uma poupança guardada, fui até o Banco do Brasil fazer o depósito do valor do curso logo de cara. Dois meses depois fui novamente ao banco pagar a hospedagem e a alimentação. Até maio/06 já estava com tudo pago, agora era juntar a grana para levar.

 E a ansiedade tomando de conta pela viagem que não chegava nunca…

Em julho, comprei um chip pós-pago e habilitei o serviço de roaming internacional para poder falar com a família e o então namorado durante a viagem. Quando somei tudo o que tinha, vi que não tinha o suficiente para me manter o mês inteiro. Nesse momento, meus pais me ajudaram com uma graninha boa, que me proporcionou a ter o mínimo “exigido” (na verdade é o aconselhável) para ir a Europa. Comprei os euros e um cartão de débito e saque (Visa Travel Money), que pra mim foi a melhor coisa que inventaram (com ele, quem estiver aqui no Brasil pode depositar dinheiro na conta desse cartão, no caso de uma necessidade).

Não faltando mais nada, era só esperar chegar o dia 29 de julho para viajar. Confesso que, já no avião, me bateu o arrependimento e o pensamento de “porque foi que eu inventei isso” não saia da minha mente. Mas cheguei em Madrid e qualquer resquício de dúvida sobre a viagem e de medo por ir sozinha para Espanha evaporou.

Agora as histórias da minha temporada em Madrid, Salamanca, Barcelona, Granada e Sevilla você encontra nos post-galerias de fotos abaixo:

Salamanca

Madrid

Barcelona

Sevilla e Granada

Serviço:

Universidad de Salamanca (USal) – www.usal.es / Cursos internacionais – http://corintio.usal.es

Visa Travel Money – www.visa.com.br/travelmoney


10 comentários sobre “Relato de viagem: Viajando para a Espanha

  1. Luceli adoreeeei o seu blog, e a postagem sobre o cursos na Espanha então, foi perfeita… Também tenho uma paixão pela espanha, acho que é até coisa de vidas passadas….rsrs
    Anotei todas suas dicas e vou retornar minhas pesquisas, pra quem sabe um dia desses está postando no seu blog ( com a sua autorização) sobre a minha experiencia na Espanha :)
    Bjuuus_Neidinha

    Curtir

  2. Olá, adorei seu post e estou passando pelo mesmo que vc. Estou organizando tudo e tentando convencer minha mãe. Queria mais dicas!

    Curtir

  3. Pingback: Espanha | PNM Shoots

  4. Pingback: Galeria – Espanha | Passagem na mão

  5. Pingback: Galeria – Salamanca | Passagem na mão

  6. Pingback: Galeria – Madrid | Passagem na mão

  7. Pingback: Galeria – Sevilla y Granada | Passagem na mão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s