Na Europa pela primeira vez?

3714743_640px

Aqui vão algumas dicas de quem já passou por alguns aperreios por lá… Se eu soubesse de algumas delas quando fui pela primeira vez (e também na segunda e na terceira vezes) ao velho mundo, talvez metade dos micos e sustos que passei por lá não tivessem acontecido.

1 – Se for levar equipamentos eletrônicos (incluem-se aqui os de pequeno porte, como câmeras fotográficas, iPads, netbooks etc), deve-se obrigatoriamente levar também a nota fiscal desses equipamentos, pois passou-se a exigir a apresentação das notas para comprovar que você já os possuía antes de viajar. Antigamente bastava ser declarado na Receita Federal o que estava sendo levado, porém as regras mudaram e é melhor guardar as notas fiscais e levá-las na sua viagem para não correr o risco de ter seus eletrônicos confiscados na volta ao Brasil.

2 – Lembre-se de andar SEMPRE com seu passaporte para qualquer lugar que você for, mesmo que seja para sair do hotel e ir até um supermercado na esquina, pois se a polícia “encasquetar” em lhe abordar, querer ver seu passaporte e você não tiver como ele, acabará terminando sua viagem um pouco mais cedo do que esperava.

3 – Se vai ficar mais que 3 dias em uma mesma cidade e pretende andar de metrô para economizar alguns trocados para compras, visitas à museus, passeios de barco e etc, mesmo que você não domine a língua e não saiba como pedir, prefira comprar os pacotes de 10 tickets. Em Paris, por exemplo, há caixas eletrônicos onde é possível comprar tickets unitários, para um dia todo, pacotes com 10 bilhetes etc. É só prestar um pouquinho de atenção que é fácil e mais barato comprar assim.

4 – Mantenha os tickets utilizados no metrô até que você tenha saído totalmente da estação e já esteja na rua. Em algumas estações mais movimentadas, como o da Torre Eiffel (em Paris) ou da Praça de Espanha (em Madrid), oficiais podem lhe abordar solicitando que mostre o ticket que usou para chegar até aquela estação, de forma a comprovar que você não pulou a catraca para entrar no metrô. Eu, particularmente, passei por isso em Paris, no meu primeiro dia na cidade, sem saber a língua e nem o que eles estavam me pedindo. Fui salva por um rapaz romeno que passava por lá e falava inglês, frânces e espanhol. Ele que me explicou o que eles queriam e se desculpou por mim junto aos oficiais. Minha sorte foi que eu havia comprado naquele dia o pacote com 10 tickets do metrô e estava com todos eles na bolsa.

5 – Se estiver em Paris no 1º domingo do mês ou no dia 14 de julho, você terá a chance de visitar o Museu do Louvre de graça. O preço normal do bilhete varia de 10 a 14 euros, mas como você não consegue ver todo o Museu num dia só, considere que gastará duas ou três vezes mais para ver boa parte dele durante sua viagem. Se você tiver a sorte (como eu tive) de estar em Paris justamente no 1º domingo de março, vale a pena você passar o dia inteiro dentro dele – chegue cedo, com disposição e sapatos confortáveis, almoce no Carrossel do Louvre (um pátio cheio de restaurantes, lanchonetes, lojas etc) que fica dentro do Museu e volte para ver o máximo que você puder até fechar.

6 – Ainda sobre Paris e o Museu do Louvre, fique atento. O Museu não funciona às terças-feiras.

7 – Cuidado ao andar nos metrôs e trens de Paris, Madrid, Lisboa ou qualquer outra capital. Como em toda grande cidade, existem os famosos “batedores de carteira”, de mãos tão leves que você só perceberá que foi roubada(o) quando precisar pagar por algo ou se alguma alma piedosa lhe alertar do que aconteceu. Não dê moleza, ande sempre com a bolsa grudada em você, de preferência segure-a na parte da frente do corpo e não fique com cara de turista, admirado, olhando para tudo e para todos. Fique na sua, tente falar o mínimo possível para tentar se misturar aos “nativos” e não ficar tão na cara que é estrangeiro.

8 – Observe sempre o horário de funcionamento dos metrôs. De cidade para cidade, e muitas vezes, de dia para dia, os horários variam bastante e se você estiver dependendo deles para voltar para o hotel / albergue depois de uma noitada por aí pode ficar a ver navios. O ideal é sempre levar uma grana extra para, na volta, pegar um táxi.

9 – Ande sempre com guias da cidade de pequeno porte e pegue os mapinhas oferecidos nos aeroportos. Além de não pesarem na bolsa quando estiver na rua (já que você vai andar com câmera fotográfica, filmadora, casaco – se estiver frio, passaporte, etc etc), eles são mais fáceis de manusear e esconder para não dar tanta pinta de turista.

10 – Indo para a Europa, é bom que você saiba falar pelo menos o inglês. O diferencial (e ideal) para ser bem atendido, sem dúvida, é saber a língua e os costumes do(s) país(es) que pretende visitar, mas caso não seja possível aprender o(s) idioma(s), o inglês ainda é o que salva pelo mundo afora.

11 – Apesar da Europa ser muito mais desenvolvida que o Brasil, sempre vemos notícias das doenças e epidemias que vem surgindo por lá. Convém, antes de viajar, se vacinar contra o maior número de doenças possíveis. Nos aeroportos, geralmente, tem postos da Anvisa. Lá você pode se vacinar antes de viajar, lembrando de fazer isso pelo menos com 15 dias de antecedência.

12 – Dinheiro! O ideal é levar um mínimo de 70 euros por cada dia que for passar na Europa. Esse valor sempre foi me dito pelas agências de viagem como o “exigido” pela imigração européia, pois garante um mínimo de dinheiro por dia para você se alimentar, locomover e poder comprar algum remédio, caso necessite. Mas não se planeje calculando apenas esse valor por dia, pois certamente ninguém quer ir à Europa se regulando, deixando de aproveitar todos os passeios ou de fazer as comprinhas básicas. Mas se quiser comprar, lembre-se sempre que os Duty Free ainda são as melhores opções para compras.

Bom, essas foram apenas algumas dicas interessantes que lembrei das minhas viagens. A medida que for me lembrando de mais algumas vou postando pra vocês! E boa viagem!

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s