Empresas aéreas verdes

aviao-verde

Boas notícias:

A Azul Linhas Aéreas, por meio do Programa Green IT da Furukawa, já reciclou em seus dois anos de vida 600kg de materiais de redes de cabeamento. Com isso, evitou a destinação de cerca de 300kg de materiais contaminados com metais pesados a aterros industriais, a extração de 57 toneladas de minério de cobre e o consumo de 5.736kWh de energia.

A alemã Lufthansa é a primeira companhia aérea do mundo a realizar voos comerciais movidos parcialmente a biocombustível. Desde julho, em oito dos 28 voos diários entre Hamburgo e Frankfurt (distância de 390 km) os aviões Airbus A321 da empresa usam uma mistura com 50% de biocombustível. A experiência durará seis meses, período em que a Lufthansa deixará de emitir 1.500 toneladas de gás carbônico. Mas a um custo alto: o preço do querosene é mais de 50% menor.

Palmas para elas!!! Que sirvam de exemplo para outras empresas, não só de transporte aéreo!

Fonte: Revista Planeta, edição 468, setembro de 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s