Aeroporto de Fortaleza em obras

Para quem é de Fortaleza, olha só a matéria preocupante que saiu no Diário do Nordeste de hoje (24/09). Será que isso realmente não irá nos afetar?

“Fechamento da pista do Pinto Martins não vai prejudicar passageiros. É o que afirmam as companhias aéreas”

Preocupação. Esse é o sentimento de passageiros que já têm seus bilhetes comprados para viajar no horário e dia em que a pista do aeroporto internacional Pinto Martins será fechada para obras de recapeamento da pista. Porém, as companhias aéreas garantem que os remanejamentos serão feitos com antecedência, de acordo com a necessidade de cada cliente, sem haver nenhum tipo de cobrança adicional. Todas as empresas com voos afetados (ao todo são 24) já foram comunicadas oficialmente pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) sobre os detalhes da interdição.

A partir do dia 16 de outubro, os voos entre 5h e 11h da manhã, até o dia 10 de setembro de 2012, serão prejudicados por causa da intervenção na pista. Apenas nos momentos de grande fluxo, como Natal, Carnaval e meses de alta estação, a operação será interrompida e os horários liberados para os pousos e decolagens dos aviões.

As empresas

As companhias buscam tranquilizar os clientes. A GOL informa que já está remarcando com os consumidores novos horários e dias opcionais. “A GOL, após a divulgação oficial, Notam, trabalhou em conjunto com as autoridades responsáveis para oferecer alternativas convenientes aos clientes. A companhia contatou todos os passageiros com opções de datas e horários para remarcação. Em caso de dúvidas, a Central de Relacionamento está disponível para fornecer informações no número 0300-115-2121”. A empresa acrescenta que não está sendo cobrado nenhum valor por isso.

Reacomodação sem custo

A TAM divulga que “vai alterar a programação de seus voos e cancelar algumas frequências de e para a capital cearense entre os dias 16 de outubro e 10 de setembro de 2012. Os clientes serão informados sobre as alterações via SMS, e-mail e telefone, por meio dos contatos fornecidos no momento da reserva”, afirma, em nota. “Os passageiros dos voos que sofrerem alterações poderão remarcar seus bilhetes sem cobranças de taxas e serão reacomodados em frequências não afetadas pela interdição, conforme disponibilidade. Para alterar ou remarcar o bilhete, a companhia orienta o cliente a procurar o seu agente de viagens ou entrar em contato com a central de vendas, que atende no 4002-5700 (para capitais) e 0800-570-5700 (demais localidades)”, finaliza.

“A Azul não tem nenhum de seus voos no horário das obras. Mas, caso tenhamos futuramente algum voo nesse horário os clientes serão previamente avisados”, afirma a empresa, por email. A Passaredo, que começou a operar nesta semana em Fortaleza e Juazeiro comunica que “os horários serão ajustados considerando o período de interdição, a modo de não prejudicar nossos passageiros. Esta adequação será definida na próxima semana”. Além disso, a empresa diz que não haverá cobrança pela remarcação.

ILO SANTIAGO JR.
REPÓRTER

Disponível em: http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1046366

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s