California 2013 – Chegada, Carro (Ser uma pessoa boa, afinal, vale a pena)…

Olá Senhores!!! Que demora! Pois é, vida tá difícil.

Dá ultima vez eu estava descrevendo como a gente chegou..

Pois é, a gente chegou tarde da noite, bem tarde mesmo…

Estava tudo fechado, tanto no aeroporto quanto nas cercanias, mesmo com uma fome desgraçada, nada podíamos fazer.

Então, os primeiros procedimentos de chegada eram:

  1. conseguir o carro na Avis
  2. ir para o Hotel
  3. comer alguma coisa
  4. Morrer no hotel.

Nessa ordem…

Bom, vamos a isto. Cheios de malas, tarde da noite, coragem no semblante vamos procurar a Avis.

A Avis, assim como todas as empresas de aluguel de carros, tem o serviço de Shuttle (deslocamento) gratuito a partir do LAX, então foi procurar onde parava o busão… Os sinais vem escritos na marquise e é só ficar em frente que ele aparece de 15 em 15 ou mais.

Já no Busão tinha aquela pleiade de brasileiros. Ô raça, não dá nem para ficar zuando os outros em português…

Chegamos na Avis, lotados de malas.

A Avis parecia o posto do INAMPS! (quem é velho vai se ligar, se você é novo, coloca no Google Inamps e Fila), de todo jeito era fila para todo lado.

Conversando um pouquinho com os amigos da fila, fiquei sabendo que a espera estava em torno de 1h… Isso lá pela meia noite já…aff… Esse é o Brasil que quer sediar a copa… Oh Wait!

Nos organizamos, coloquei as malas num esqueminha ninja que ninguém mexesse sem que eu visse, minha esposa já tinha ido para a fila, fui para a fila também…

Ficamos vendo, a Avis estava tão cheia que estava faltando carro.

Ficamos observando como americano, em geral, é um bicho ignorante. Vários deles gritando com os atendentes por conta da demora ou da falta do carro ou da demora de entregar o carro.

Ridículo!

Bom, enfim, fiquei mapeando para ver quais eram os possíveis problemas que encontraríamos…

Chegou nossa vez!

Na conversa com o nosso atendente ele pediu o cartão… Tínhamos feito, para o carro e hotéis, um cartão de débito pré-pago da visa, desses que você compra em casa de cambio. Para vocês que querem viajar anotem no caderninho NUNCA FAÇAM UM DESSE. É só problema, os USA não estão preparados para cartão de débito, só deu dor de cabeça.

Vejam, para o carro a AVIS NEM ACEITA DÉBITO, e no hotel eles nem sabiam o que eram e deu um problema da porra.

Conversando com nosso atendente (ele ficou tão amigo nosso que lembro do nome, Anthony Vasquez, fica aqui minha homenagem), e a gente conversando na boa, perguntando do clima, se LA era cheia nessa época e bla bla bla o cara acabou simpatizando com a gente, se espantou que mesmo esperando uma hora e dando pau no cartão (tivemos que ligar para a central, no Brasil) mantivemos o bom humor, por que não, estávamos de férias!

Conversa vai, conversa vem, ele soltou a pérola: “Vou conseguir um carro melhorzinho para vocês, vocês merecem”…Meus olhos brilharam… (Certa feita em Toledo na Espanha tínhamos a reserva de um Clio, nos entregaram um Scenic! Eu já tinha história com trocas de carros, estava ansioso)

Nossa reserva era para um sub-compacto, Corola/Cruze ou coisa assim…

Pois bem, ele olhou no sistema e falou:

O que vocês acham de uma Dodge Magnum Cinza?

Eu falei, vai pegar AGORA! hahahah

e ele foi.

Dodge Magnum, foi quase!
Dodge Magnum, foi quase! LINDA!

Ele voltou e não deu certo…o carro tinha acabado de ser retirado…

Aí eu fiquei nervoso, real nervoso.

Aí ele falou:

Talvez eu consiga uma SUV pequena…Uma Captiva..

Nós temos a Captiva aqui, não teríamos muita “graça” em ficar rodando com um carro que tem no Brasil, mas já era um puta adianto!

Pois ele foi, e voltou…

Mesmo destino do cazzo da Magnum…

Eu olhei para a fora e vi um zilhão de Corolas…Muitos mesmo…

Já estava até me acostumando com a idéia. Por mais que o cara tenha simpatizado com a gente, ele não poderia ficar fazendo muita coisa. Ele até tinha da a entender que a Captiva era meio que fora do limite…

Pois bem, ele olhou no sistema… Olhou, procurou, ficou uns 5 minutos procurando (pareceram 40h), olhou para mim e falou:

Olha, nós temos um Mustang aqui, mais de um. Tudo bem se fosse um Mustang….eu quase gritei nessa hora… Sério, a vontade era de berrar…

Mas eu mantive a Poker Face e falei…

– Claro, (olhando para a Paula), tudo bem para você?

Mas não aguentei e falei:

– Tony, vai buscar esse carro agora…

– Ah tá, só que assim, o Mustang é um carro grande (Ford FullSize), porém tem um porta-mala pequeno e consome mais do que o normal. Vai querer mesmo assim…

– Tony, vai logo, tô tenso.

– Ok, só vou falar com meu Gerente e já volto.

Mais espera, mais nervosismo, dessa vez estava realmente nervoso…MUSTANG….

Não aguentei, fui atrás dele no páteo…Ele estava falando com o Gerente, voltou.

Quando ele voltou já metralhei de pergunta, DEU CERTO?! DEU CERTO?! DEU CERTO?!

Ele abriu um sorriso e sim, deu certo.

Voltou a checar o sistema, e falou:

– Vou ver aqui, peraí, opa, você teve sorte, é o 2013. Tínhamos 2 2012 e um 2013, o gerente te deu o 2013.

Parecia que eu tinha ganhado a Copa sozinho! Ansioso, já coloquei as malas para fora enquanto ele arrumava os documentos e ia pegar o carro…

E foi assim…10 dias de Mustang, pagando um sub-compacto… 88 milhas, e a única pessoa que tinha dirigido ele antes de mim era o motorista da Avis…

Mal sabia ele que eu tinha um Mustang reservado por fora para o Final de Semana…

É tetra, é tetra! Ahhh, Mustang...
É tetra, é tetra! Ahhh, Mustang…

E assim, meus amigos, minha viagem começou melhor do que todas as outras juntas…

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s