Dicas de albergues

Para quem curte viajar sem gastar muito dinheiro com hospedagem, aqui vão algumas dicas de albergues onde já me hospedei no Brasil e no mundo:

Brasil

* Recife/PE: Hostel Boa Viagem

Fui em 2008 com minha irmã, ficamos no período da Semana Santa, quando nosso objetivo era assistir ao espetáculo da Paixão de Cristo em Nova Jerusalém. Ficamos em quarto duplo coletivo feminino durante 4 dias, porém só tivemos companhia em 1 diária e nem foi no nosso lado do quarto (leia-se, nosso quarto tinha 2 beliches e era conjugado a um outro quarto coletivo feminino também com 2 beliches). O banheiro ficava dentro do quarto, mas não era nenhuma maravilha (era quente pra caramba), mas supria as necessidades básicas. Eram disponibilizados armários individuais para colocarmos nossa bagagem e caso não tivéssemos cadeado o hostel alugaria um. Ele também oferece cobertor, mas a toalha de banho cada um tem que levar a sua. De estrutura, o hostel tem cozinha disponível para os hóspedes, uma área de descanso externa cheia de redes à disposição dos hóspedes e uma piscina (na época, eu e minha irmã tivemos que limpá-la por nossa conta, pois a piscina fica ao lado de uma parede cheia de planta e ficava cheia de folhas sempre). Café da manhã não muito variado, mas o que era servido era gostoso. Atenção: antes de ir para o Hostel, vi em uma rede social algumas pessoas comentando que, por estar localizado em uma rua próxima a uma favela, era super perigoso de sair e voltar só a noite, que o ideal era sempre à noite voltarmos de táxi e pedir para o motorista esperar até entrarmos. Confesso que realmente vimos a favela, mas não tivemos problema algum no período que estivemos hospedadas no hostel. Claro que também não dávamos muita moleza e nem tirávamos onde de turistas, para não atiçar a vizinhança.

* João Pessoa/PB: Manaíra Hostel

Fui em 2009 com minha irmã e um prima. Novamente viajando no período de Semana Santa, ficamos hospedadas 4 dias. Nosso quarto, apesar de coletivo feminino, era apenas para 4 pessoas (2 beliches). Como estávamos em 3, o albergue nos deixou com o quarto apenas para nosso uso, com banheiro fora do quarto, porta com porta com o quarto. Café da manhã gostoso, mas assim como o de Recife, sem muita variedade. Também eram disponibilizados armários individuais com chave para colocarmos nossa bagagem (as chaves ficavam conosco, mas mesmo assim eu trancava com cadeado minha mochila, só por precaução). Ele também oferece cobertor e toalha de banho, o que é ótimo para otimizar o espaço na mochila. Na parte de estrutura, o hostel disponibilizava acesso à internet por módicos tostões, área de descanso com espreguiçadeiras, jogos de azar (baralho e dominó) e piscina (essa não foi preciso limpar para utilizarmos).

* Salvador/BA: Albergue do Porto

Fui em 2007 com uma prima. Fomos logo após o carnaval, para comemorarmos o meu aniversário (08/03). Ficamos em 2 quartos coletivos femininos durante o período da estadia (4 dias). No primeiro quarto, onde cabiam 4 pessoas em dois beliches, chegamos a dividir a hospedagem com umas gringas (não lembro de onde eram, na verdade), mas lembro que eram bagunceiras e nada cuidadosas com suas bagagens (apesar dos lockers no quarto, elas deixavam as mochilas abertas – sem cadeado – e soltas no meio do quarto). No 2º dia de viagem, fizemos amizade com uma baiana que morava em Minas Gerais e passamos para o quarto dela (também com 2 beliches), para a facilitar pois como chegávamos tarde das festas, não queríamos atrapalhar nossas companheiras de quarto. O banheiro era coletivo, contava com 4 boxes para banho, 2 pias, mas poucos privativos sanitários. Oferece uma área com máquinas lava-roupas, tábuas de passar e estendedores de roupas. Eram disponibilizados armários individuais para colocarmos nossa bagagem, mas cada pessoa deve levar seu cadeado. Ele também oferece cobertor e toalha de banho, mas aconselho a levar a própria toalha, pois o aspecto das que eram oferecidas não era dos melhores. De estrutura, o albergue tem cozinha disponível para os hóspedes, uma área de descanso interna cheia de redes à disposição dos hóspedes. Café da manhã era variado, mas não muito gostoso. Atenção: para quem vai se hospedar no período do carnaval, cuidado para aqueles que se hospedarem nos quartos que dão para a rua. Funcionários do albergue informaram que os locais tem mania de “pescar” as bagagens dos hóspedes que deixam as mochilas ou algum pertence fora dos armários e esquece a janela aberta.

* Morro de São Paulo/BA: Hostel Morro de São Paulo

Fui em 2009, sozinha, mas só fiquei uma noite. Dos 4 albergues onde me hospedei, esse foi o pior. O hostel é mal localizado, pra gente chegar lá quase tem que andar de mapa, pois é um sobe e desce / entra e sai de caminhozinhos estreitos que se não prestar atenção se perde mesmo. Além do acabamento do quarto ser precário, o café da manhã não era bom. Escolhi um quarto duplo de casal, para ficar sozinha no quarto. Apesar de ter ar condicionado, frigobar e banheiro individual, achei bem fraquinho o hostel. Mas como em Morro de São Paulo tudo é muito caro, vale a pena ficar lá pelo preço. No quarto que eu fiquei não tem armários, e juro que não perguntei aos outros hóspedes como era no quarto deles. Ele também oferece cobertor e toalha de banho, mas aconselho a levar a própria toalha, pois o aspecto das que eram oferecidas não era dos melhores. De estrutura, o albergue tem cozinha disponível para os hóspedes, uma área de descanso interna à disposição dos hóspedes.

* Florianópolis/SC: Floripa Hostel

Me hospedei lá em outubro de 2010. O hostel fica bem no centro de Florianópolis, o que recomendo demais porque os demais hostels de Floripa são nas praias, longe do centro da cidade. O clima não é muito amigável, achei o albergue meio “frio” (nada acolhedor), com cara bem comercial, sabe. Acostumada que eu sou de ficar em hostels onde o clima de amizade entre os viajantes é grande, me senti bastante isolada. O café da manhã era bem satisfatório, mas o custo x benefício de ficar no centro da ilha compensou. O banheiro era coletivo.

* Gramado/RS: Gramado Hostel

Fiquei lá em 2010. Localizado na avenida bem no caminho para a cidade de Canela, o hostel é aconchegante, superbonitinho, mas as donas não foram muito legais comigo. Ainda bem que o recepcionista era super gente boa, deu muitas dicas de passeios e lugares para ir à noite. O café da manhã era bem gostoso. Não vi sistema de aquecimento; nos dias que fiquei e que fizeram frio, o que me aquecia eram apenas as cobertas que elas disponibilizaram. O banheiro era coletivo.

* Curitiba/PR: Hostel Roma

Fui em 2013. Localizado no bairro Rebouças, de frente ao shopping Estação, o acesso é super fácil. Não curti a estrutura do prédio, parecia uma cadeia antiga, sabe. Assim como o de Floripa, achei o hostel frio (em relação às pessoas). O computador que eles disponibilizam aos hóspedes era muito capenga, tive muita dificuldade para conseguir alterar minhas passagens aéreas por meio dele, pois travava direto. O café da manhã era bom. O quarto em que fiquei era para 4 pessoas e havia banheiro privativo com 02 boxes para banho e 02 sanitários (se não me falha a memória); como eu só divide o quarto com uma menina, foi super tranquilo.

* São Paulo/SP: Sampa Hostel

Fiquei em 2014. Super bem localizado na Vila Madalena, perto do metrô, de vários barzinhos e restaurantes. O pessoal de lá foi superatencioso, passando todas as infos que eu pedia e dando dicas. Banheiro coletivo, mas privativo (tipo banheiro de casa, individual). Paguei pra ficar num quarto misto, mas acabei ficando só todos os dias. O quarto era pequeno, mas como era meu, não tive nenhum problema. O armário é pequeno (não coube a minha mala), mas utilizei para guardar os itens de uso mais frequentes, para não precisar ficar abrindo a mala o tempo todo. Eles emprestam cadeado se você precisar. Senti um pouco de cheiro de mofo, mas acho que é pelo tempo frio de SP mesmo ao qual eu não sou muito acostumada. Eles disponibilizem de graça um computador para acesso dos hóspedes e tem wifi em toda a área.

Espanha

* Madrid: Albergue Santa Cruz de Marcenado

Fui em 2006, fiquei hospedada no total 4 dias, sendo 2 quando cheguei à Espanha e dois ao final da viagem. Para quem vem do aeroporto, o albergue fica do outro lado da cidade. Tem que ir ao Terminal 4 do aeroporto para pegar a linha do metrô que tem uma estação a uns 3 quarteirões do albergue. Fiquei em um quarto coletivo feminino para 8 pessoas. A rotatividade era incrível. Quase impossível se fazer qualquer amizade, pois passam por lá muitos estudantes ou chegando ou saindo de Madrid. O banheiro é coletivo, com muitos boxes para banho. O albergue oferece lençol e toalha de banho, o que é bom para quem, como eu, estava só de passagem à caminho de Salamanca e não daria tempo secar a minha toalha. Café da manhã razoável, variado, mas sem muito gosto. São disponibilizados lockers no estilo de armários de colégio americano. Como o acesso é utilizando moedas, a cada vez que se abre o armário é necessário pagar novamente depositando uma moeda para poder fechá-lo. Lá tem elevador, o que facilita demais para quem viaja com muita bagagem (e super pesada) como eu. Fora isso, o pessoal é bem frio, e nem adianta ser simpático porque o pessoal que trabalha lá não é de fazer amizades.

* Barcelona: Albergue Mare de Déu de Montserrat ,

Fui em 2006. Fiquei hospedada lá 2 noites com umas colegas do meu curso de Salamanca. A estação do metrô mais próxima era bem longe do albergue, que fica no alto de uma subida, e para quem vai com muita bagagem ou não sabe falar bem catalão, se perde fácil e se cansa muito até achar o mesmo. O albergue é bem bonito, dizem que foi um palacete mouro. A decoração realmente é toda moura, bem exótica, exceto no área do restaurante. O café da manhã é farto e gostoso, vale a pena reforçar bem o café pois como ele fica meio longe não se fica indo e voltando dele durante o dia. Ficamos em quarto coletivo feminino para 6 pessoas, com camas de solteiro. Como fomos em 5 pessoas, o quarto ficou só para gente. São disponibilizados lockers individuais com chaves. O banheiro é coletivo, fora do quarto, com muitos boxes para banho, mas poucos privativos sanitários. Como não fui sozinha, não precisei tentar fazer amizade com o pessoal do albergue, então não posso dizer se são receptivos ou não. O fluxo de hóspedes afro-descendentes é muito grande, então cuidado pois eles são muito enxeridos e algumas vezes fica até inconveniente a convivência com eles.

Chile

* Santiago: Che Lagarto Santiago

Fiquei no albergue Che Lagarto em abril de 2013 e fiquei lá 3 diárias. Apesar dos pontos positivos (logo abaixo), tive algumas decepções com ele. Primeiro, os armários dos quartos são muito pequenos; minha mala (de tamanho médio) não coube nos armários que estavam disponíveis. No meu quarto só haviam 2 armários um pouco maior, que já estavam ocupados. Tive que deixar minha mala ao lado da cama. pela manhã, outra decepção. No quarto, que na verdade eram dois (a mesma entrada dava acesso a 2 quartos, um com 6 camas e um com 4 camas), só havia um banheiro com uma pia e uma ducha. Na hora da banho foi um problema, pois tínhamos que esperar muito tempo até chegar nossa vez pro banho e algumas pessoas ainda furavam a “fila” que se organizava. O café da manhã também não foi dos melhores, mas dava pra tirar algumas coisas boas do que era servido, mas você tem que lavar toda a louça que usar. Outro ponto negativo é que o mesmo precisa de uma reforma urgente, pois apresenta muitos pontos de mofo nos quartos coletivos (fiquei em dois, um feminino e outro misto); a maçaneta do banheiro do quarto coletivo misto emperrava quando tentávamos abri-la, poucas tomadas de energia nos quartos (na hora de recarregar celular / câmera / tablet era uma disputa). O prédio tem 9 andares e apenas um dos dois elevadores está funcionando e é muito lento. O wifi só funciona no piso térreo do albergue. Ah, se for ficar nele, é melhor fazer a reserva pelo site, pois se for fechar apenas na hora que chegar no albergue o valor da diária é outro, um pouco mais caro. Pontos positivos: existem duas estações de metrô (Universidad do Chile e Santa Lucía) a duas quadras do albergue, da linha vermelha da rede. Por ficar no centro da cidade, dá pra fazer muitos passeios à pé (visitar o centro administrativo de Santiago, o Cerro Santa Lucía, a Catedral Metropolitana etc). Enquanto estive por lá, a maioria dos hóspedes era formada por brasileiros, então na hora de conhecer pessoas e arrumar companhias para os passeios foi muito mais fácil. Eles disponibilizam uma cozinha completa para quem quer preparar suas refeições por lá. Três computadores ligados 24h estão à disposição dos hóspedes (só que dos três, dois estavam com o teclado muito ruim, então efetivamente apenar um era bom para usar, e a fila pra ele era grande). O Che Lagarto tem uma área social bacana, com mesas de pingue-pongue e sinuca, além de um pequeno pátio no final dessa área onde é possível fazer reuniões com os amigos para jantar ou usar como fumódromo (para quem gosta). Acho que é isso. Caso alguém queria saber mais alguma coisa sobre os albergues onde já fiquei, é só mandar um comentário. Espero ter fornecido boas informações.

Estados Unidos

* New York: Chelsea Hostel

A Janaína Taillade foi em 2012 e se hospedou no Chelsea Hostel. Segundo ela, vale mesmo a pena estar no clima de confraternização com pessoas do mundo inteiro e, ao mesmo tempo, não abrir mão de ter uma hospedagem decente. Você pode optar por quartos individuais, com ou sem banheiro individual. Claro que paga um pouco mais caro, mas vale a pena. O café da manhã é gostoso e as dependências coletivas acolhedoras. Ela tinha uma cama cheirosa e limpa e ar condicionado no quarto, o que foi indispensável no calor do mês de agosto Nova Yorquino. _________________________

Expediente

Albergues no Brasil:

* Recife/PE: Hostel Boa Viagem – Rua Aviador Severiano Lins, 455, Boa Viagem. http://www.hostelboaviagem.com.br/

* João Pessoa/PB: Manaíra Hostel – Rua Major Ciraulo, 380, Manaíra. https://www.hihostels.com/hostels/joao-pessoa-manaira/

* Salvador/BA: Albergue do Porto – Rua Barao do Sergy, 197, Barra. https://www.hihostels.com/hostels/salvador-albergue-do-porto/

* Morro de São Paulo/BA: Hostel Morro de São Paulo – Rua da Fonte Grande, s/n. http://www.hosteldomorro.com.br/index.asp

* Florianópolis/SC: Floripa Hostel – Rua Duarte Schutel, 227. Centro. http://www.floripahostel.com.br

* Gramado/RS: Gramado Hostel – Av. das Hortências, 3880. http://www.gramadohostel.com.br/

* Curitiba/PR: Rua Barão do Rio Branco, 805 – Centro. http://hostelroma.com.br/

* São Paulo/SP: Rua Girassol, 519. Vila Madalena. http://sampahostel.com.br/

Albergues na Espanha:

* Madrid: Albergue Santa Cruz de Marcenado – Calle Santa Cruz de Marcenado, Madrid. https://www.hihostels.com/hostels/madrid-santa-cruz-de-marcenado/

* Barcelona: Albergue Mare de Déu de Montserrat – Passeig Mare de Déu del Coll, 41-51, Barcelona. https://www.hihostels.com/hostels/barcelona-mare-de-deu-de-montserrat

Albergue no Chile:

* Santiago: Che Lagarto Santiago – Calle San Antonio, 60. Santiago Centro. https://www.chelagarto.com/pt/component/chelagarto/hostels/9-hostel-santiago.html#

Albergue nos EUA:

* New York: Chelsea Hostel – 251 W 20th St. New York, NY 10011 – http://www.chelseahostel.com/

Anúncios

7 comentários

  1. >Para complementar mais ainda seu post, em Barcelona eu recomendo a rede http://www.equity-point.com , fiquei no Centric. O Hostel é barato, acomodações de nível de hotel com várias estrelas, atendentes que falam várias linguas, internet grátis e um ótimo café da manhã, além de ser muito bem localizado e ter uma estação do metrô e uma parada de ônibus para o aeroporto em frente. (o que facilita muito para quem anda com muita bagagem).;)

    Curtir

  2. >Oi Nilson, os hostels que eu indiquei aqui são os que eu me hospedei, assim só pude falar sobre eles. Mas fica sua dica pra quem quiser conhecer outro em Barcelona.

    Curtir

  3. Indico um em Londres, o Casa Mirian London, gostei muito dele, muito confortável e tranquilo. Me deixaram a vontade para usar a cozinha, foram até guias turísticos em alguns momentos! muito bom mesmo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s