Interlaken: um encanto entre lagos na Suíça

No nosso terceiro dia na Suíça, o destino foi a linda Interlaken. Localizada entre dois lagos (Thun e Birenz), a cidade é um encanto aos pés do Jungfrau (a mais alta estação de trem da Europa). A viagem de Zofingen até lá, de carro, levou cerca de 1h30, mas valeu a pena. Interlaken é pequena, tendo apenas pouco mais de 5000 habitantes, porém, por se tratar de uma cidade turística, o fluxo de pessoas por lá é muito maior.

IMG_6947v

Logo que chegamos, como estava muito fomos tomar um café no Hooters. De lá, fomos andar a pé pela cidade. Logo em frente ao restaurante, há uma praça com um gramado muito grande, onde várias vacas estavam pastando. Fomos até elas, que pareciam acostumadas aos muitos flashs dos turistas.

Andando mais um pouco, chegamos ao cassino Kursaal, fundado em 1858, que, após liberação do governo suíço, voltou a funcionar como cassino desde o ano de 2002. Na frente do cassino, tem um belíssimo jardim, que serve de cenário para fotos de book de noivos e debutantes (uma moça com visual árabe estava com uma equipe fotografando lá no dia que em estivemos em Interlaken).

Seguimos nossa caminhada e fomos até a Katholische Kirche Interlaken (igreja católica de Interlaken) e a Castle Church (Igreja do Castelo). As duas igrejas, uma católica e a outra protestante, convivem em perfeita harmonia, lado a lado.

De lá, fomos ver alguns souvenirs nas muitas lojinhas da cidade. Alguns preços são bem convidativos, mas para alguns itens é bom pesquisar bastante (existem muitas opções de relógio suíços – de marcas famosas até os bem simples -, canivetes suíços, chocolates, imãs etc. Antes de comprar, pesquisem bem, pois os preços podem variar bastante). Em uma das lojas, compramos um relógio de presente para minha mãe, pois o preço estava bem convidativo. Na mesma loja, nos deparamos com uma barra de 4,5kg de Toblerone, mas o preço (cerca de CHF 129,00) não nos atraiu.

IMG_6958v

Interlaken é uma cidade que permite aos visitantes de mais de um dia muitas atividades ao ar livre. Existem algumas empresas de saltos de parapente, de trilhas, de excursão até o Jungfrau, de arvorismo etc. Quem tiver tempo, disposição e uma bela grana sobrando, pode se aventurar pela cidade e região. Como ficamos por lá apenas uma tarde e ainda tínhamos mais 5 dias de Suíça pela frente, optamos por não fazermos o passeio do Jungfrau, que fez parte dos nossos planos quando buscamos o que fazer na Suíça. Porém, como o valor é bastante salgado (cerca de CHF 200,00 por pessoa), deixamos essa aventura para a nossa próxima ida a Suíça.

Voltamos para a Zofingen no começo da noite. No dia seguinte, deixaríamos a casa do nosso amigo e nos alojaríamos em Luzern, onde ficaríamos o restante da viagem, e que será o tema dos próximos posts sobre a Suíça.

Até breve!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s