Suíça deixando muitas saudades…

O terceiro dia em Luzern, na Suíça (clique aqui e veja o post anterior) começou não tão frio, mas como íamos subir o Monte Pilatus, precisávamos estar bem agasalhados. Fomos até a estação de trem para pegar o ônibus que vai até Kriens (explicando: ao lado da estação de trem ficam concentradas algumas saídas de ônibus de Luzern). Quando chegamos lá, fomos seguindo as placas de indicação do caminho até a estação de saída do teleférico para o Monte Pilatus; acontece que, ao chegarmos lá, o mesmo estava fechado (a funcionária tentou nos explicar, em inglês, algo como se ele não estivesse funcionando e nos orientou a voltar à Luzern e pegarmos, de lá o trem para Alpnachstad). Voltamos então para Luzern e pegamos, na estação central, o trem até Pilatus Bahn, onde pegar o bondinho que é o mais inclinado do mundo.

A visão que se tem da paisagem a partir do Pilatus é uma coisa impressionante; o Monte possui 2.128 metros e se localiza na região metropolitana de Luzern. No topo do Monte Pilatus há um hotel para quem tem uma boa quantia de dinheiro disponível. Como estava muito frio e não conseguíamos aproveitar do terraço do hotel, ficamos lá cerca de 40 minutos.

IMG_7873v

Na volta, a descida era através do bondinho que a mulher tinha dito pra gente logo no começo que estava fechado. Voltamos para Luzern e fizemos mais compras para levarmos para o hotel. Nessas nossas muitas idas ao supermercado, encontramos lá uma cerveja deliciosa da Suíça, daquelas que você consegue beber quente tão gostosa que ela é, e ficamos no hotel para curtir a noite a dois.

IMG_8016v

No quarto e último dia na cidade, nós não programamos muita coisa para fazer. Preferimos ficar tranquilos e fizemos caminhadas pela cidade. Novamente fomos para a orla do Lago dos 4 Cantões, que tem um calçadão muito grande e bonito. Sentamos e ficamos admirando um pouco a paisagem, depois fizemos uma caminha por uma área que ainda não havíamos ido de Luzern e encontramos algumas pessoas fazendo atividade física (correndo, fazendo treinamento funcional, andando de patins e skate).

Voltamos para o hotel depois de comprar mais algumas coisas para comermos e saímos à tarde novamente para comprar algumas lembrancinhas para os nossos familiares e amigos e, aproveitando que já que não iremos usar francos suíços, fomos até o banco para trocar os últimos dinheiros por Euro. À noite ficamos no hotel, já que na manhã seguinte iríamos embora e precisávamos arrumar nossas malas. Enquanto nos organizávamos, fizemos planos dos lugares a visitar em Madrid, já que na viagem de retorno ao Brasil iríamos ficar na cidade em torno de 7h esperando o voo e teríamos tempo para visitar alguns pontos do da capital do país que eu tanto amo.

Da Suíça, saímos levando muita saudade e vontade de ficar por lá. Tivemos as melhores impressões de todas as cidades por onde passamos, do povo educado, das belezas naturais. Já fazemos novos planos de voltar, dessa vez na primavera, para conhecermos o lado francês do país e, quem sabe, fazer parte do percurso de bicicleta.

Até breve, Suíça!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s